Comprar com cartão de crédito é fácil e prático, mas é preciso ter cuidado para não exceder nas compras, ou você poderá contrair dívida no cartão de crédito.

Dívida de Cartão de Crédito

 

Ter um cartão de crédito não é mais sinônimo de status, e, sim, de necessidade. Prático e seguro, o cartão de crédito já faz parte do dia a dia de milhões de pessoas em todo o mundo. No entanto, devido à facilidade que o cartão proporciona, às vezes as pessoas se entusiasmam demais e acabam excedendo nas compras, ou seja, gastam mais do que deveriam. Aí, surge o problema. Você gasta demais e quando chega a fatura do cartão de crédito vê que não terá como pagá-la. O que fazer? Como pagar as dívidas contraídas com o uso exagerado do cartão de crédito?

Para conseguir dinheiro para quitar sua dívida com o cartão de crédito talvez seja necessário fazer algumas concessões, ou seja, cortar gastos. Você pode começar cortando os gastos com supérfluos e itens não essenciais, por isso se você é uma compradora compulsiva de roupas e sapatos, está na hora de deixar a compulsão de lado e guardar o dinheiro. Espere também um pouco mais para comprar CDs, DVDs, por exemplo. Economize ainda no seu lazer, procurando por atividades que sejam mais baratas, e na alimentação, ou seja, dispense o refrigerante, a pizza, o pão de queijo, a cerveja. Com força de vontade e disciplina, você com certeza irá economizar, e assim, guardar mais dinheiro para quitar a sua dívida no cartão de crédito.

Quando estiver na rua, por exemplo, se pergunte se realmente o que pretende comprar é essencial naquele momento. Se chegar a conclusão de que a compra pode esperar, então não utilize o cartão de crédito. Mas se você acha que o item a ser comprado é importante naquele momento, então opte pelo pagamento à vista, assim você terá uma noção maior e mais rápida sobre o seu gasto. 

Saldando a dívida com o cartão 

Além de manter o plano de corte de gastos, outra alternativa é negociar a dívida com o banco ou a administradora do cartão de crédito. Por isso, se perceber que ainda não é possível pagar a dívida, não perca tempo. Entre em contato com o banco ou a administradora e peça uma renegociação da dívida do cartão de crédito, e tente reduzir o valor dos juros e das parcelas. Saiba, porém, que a administradora do cartão de crédito não é obrigada a parcelar o débito, e que o valor e os encargos podem ser cobrados a qualquer momento. 

Bom, tente sempre pagar o valor total do cartão de crédito, já que ao pagar o valor mínimo exigido na fatura, você estará acumulando sua dívida com a operadora do cartão. E ainda estará pagando um juro muito alto em cada parcela. No entanto, se for possível pagar somente o valor mínimo, saiba que esta não é uma solução viável por muito tempo. Por isso, tome cuidado com o financiamento da dívida, e tente quitar a sua dívida no cartão de crédito o mais rapidamente possível. Tenha sempre em mente que entre os encargos por atraso que podem incidir no cartão de crédito está a multa moratória de 2%, juros de mora de 1% e taxa de refinanciamento.

Vale lembrar também que, se você tiver mais de um cartão de crédito e este também estiver com o pagamento atrasado, é melhor saldar a dívida do cartão que apresenta juros mais altos. No entanto, não se esqueça de manter o pagamento mínimo do outro cartão em dia. Depois de quitada a dívida do cartão que cobra juros mais altos, cancele o cartão, e fique com o cartão de crédito que oferece juros mais baixos. 

Confira a fatura do cartão e evite pagar por compras não feitas 

Outra observação importante é sobre a fatura do cartão de crédito. Quando receber a fatura, não esqueça de conferir se tudo está correto, ou seja, se os gastos que constam na fatura batem com os comprovantes que você tem guardado das compras. Afinal de contas, se você está com dificuldades de pagar a fatura, não vai querer verificar uma cobrança a mais, e ainda por cima, indevida na sua conta do cartão de crédito.

Se for cobrado do consumidor o valor indevido de uma compra que não foi feita, você deve entrar em contato imediatamente com a administradora do cartão através do telefone, ou documente a reclamação através de uma carta e entregue à administradora. Faça duas cópias da carta: uma, deixe na administradora, e na outra, exija que o funcionário que o atendeu assine a carta e coloque um carimbo com a data em que o consumidor está fazendo a reclamação. Se o caso não for resolvido e você quiser fazer uma reclamação junto ao PROCON, será preciso levar a carta.

No caso de o consumidor pagar a fatura de um cartão de crédito e perceber, posteriormente, que lhe foi cobrado a conta de uma compra que ele não realizou, o procedimento é o mesmo, ou seja, entre em contato imediatamente com a administradora e registre a reclamação. Vale lembrar que, se isso ocorrer, é obrigação da administradora restituir em dobro o valor pago pelo consumidor.

Cartões de Crédito

Este site tem por objetivo informar o público sobre modalidades e requisitos para solicitar cartão de crédito pelas principais bandeiras, operadoras e bancos. Não temos qualquer vínculo com qualquer instituição citada, nosso conteúdo foi retirado dos sites das próprias empresas e tem como finalidade facilitar o acesso do consumidor a informação.